Bigode chinês:Saiba como evitar de forma natural, para que o bigode chinês demore a dar as caras

Bigode chinês:Saiba como evitar de forma natural, para que o bigode chinês demore a dar as caras

Bigode chinês: Saiba como evitar de forma natura

O  bigode chinês é uma marca de expressão, sendo mais comum em mulheres. Existem várias causas diferentes, entre elas uma predisposição genética, falta de elasticidade na pele, perda de colágeno, posição viciada ao dormir (de bruços com o rosto de lado ou com a mão na bochecha), hábitos nocivos como tomar muito sol e fumar e até mesmo a mania de falar fazendo muitas expressões.

Assim como as causas, a profundidade desses sulcos do bigode chinês (ou sulcos nasogenianos) também podem variar de pessoa pra pessoa, podendo ser mais profunda ou mais superficial.

Para que o bigode chinês demore a dar as caras é preciso investir em protetor solar, cosméticos com retinol, ácido hialurônico ou antioxidantes, manter o peso, não fumar nem se expor ao sol entre as 10 e 16 horas.

Tratamentos para bigode chinês

30 a 40 anos

Sessões de laser são indicadas para que seja feito um peeling profundo na pele. O mínimo recomendado para que os resultados apareçam é de três sessões. A cada uma delas é necessário manter repouso por três a quatro dias. Já a vermelhidão da região leva cerca de duas semanas para desaparecer.

40 a 50 anos

Os tratamentos estéticos também são a melhor alternativa nessa faixa etária, especialmente os que estimulam as camadas mais profundas da derme e subderme sem lesar a epiderme. O número de sessões varia para cada pessoa e deve ser indicado por um profissional após avaliação.

50 a 60 anos

O médico indica o uso de fios de sustentação de ácido lático absorvidos pelo corpo. “Um par de cada lado do rosto deixa a face mais firme”, afirma. A cada três meses é preciso refazer o procedimento, para que novos fios sejam colocados. “É preciso esse tempo para que o fio induza o corpo a formar um tecido fibroso que vai retrair os tecidos e melhor a sustentação facial”, explica.

O uso de cremes anti-idade pode contribuir para que a sua pele fique mais bonita, porém, é essencial deixar claro que eles não operam milagres.

Como fazer ginástica facial

Então, mãos à obra! Abaixo, algumas dicas da especialista em ginástica facial, Bartira Bravo e da fisioterapeuta Thais Schmidt, de exercícios faciais que vão dar uma levantada na sua aparência. Utilize um espelho para garantir que está fazendo os movimentos de forma correta.

1. Lábio, boca, e bigode chinês

FOTO: REPRODUÇÃO / BARTIRA BRAVO

  • Pressione a língua no céu da boca até sentir a região do queixo rígida.
  • Com os dedos indicador e anular dobrados, empurre a pele ao lado da boca para as laterais. Repita o processo do lado direito e esquerdo da face com 20 repetições em cada lado.
  • Dê um largo sorriso forçando bem a contração para os lados e segure contanto até 10. Volte devagar contando até 6 e repita o movimento por 5 vezes.
  • Faça um sorriso largo com a boca semi-aberta, com os lábios cobrindo os dentes e conte até 10. Volte devagar contando até 6. Repita por cinco vezes.
  • Forme um triângulo com os dedos indicadores e polegares das duas mãos e posicione a base do triângulo no queixo e a ponta no meio das sobrancelhas. Faça o movimento com a intenção de abrir o triângulo, esticando a pele para cima e segure por três segundos. Faça 3 vezes.
  • Com o polegar por dentro da boca e o indicador por fora, faça uma massagem do canto da boca até os lábios. Repita 3 vezes para cada lado.
  • Friccione o lábio superior no inferior (o movimento é como se estivesse espalhando o batom) por cinco segundos. Depois, desgrude lentamente os lábios, fazendo o barulho de um beijo. São necessárias cinco repetições.

2. Queixo e olhos

FOTO: REPRODUÇÃO / BARTIRA BRAVO

  • Posicione os dentes superiores sobre os dentes inferiores, sem forçá-los. Mantenha a ponta da língua no céu da boca.
  • Feche as mãos em punho e posicione-as abaixo do queixo. Com a menor força possível tente abrir a boca. Faça o exercício apenas uma vez contando até 30.
  • Pressione a língua no céu da boca até sentir a região do queixo rígida. Com os dedos indicador e anular dobrados empurre a pele dessa área da face para baixo e repita o movimento por 20 vezes de cada lado.
  • Posicione os dentes superiores sobre os dentes inferiores, sem forçá-los.
  • Posicione uma das mãos na parte superior do queixo de modo que ele fique encaixado no vão entre os dedos polegar e indicador.
  • A outra mão auxilia a primeira, depositando-se sobre ela. Com a menor força possível tente abrir a boca, empurrando as mãos sobre o queixo para baixo. A mandíbula não mexe. O exercício deve ser feito uma vez contando até 30.
  • Pressione a língua no céu da boca até sentir a região do queixo rígida. Com os dedos indicador e anular dobrados, empurre a pele ao lado da área dos olhos para o lado. Repita o processo com 20 repetições tanto para o lado direito e esquerdo.
  • Vire os olhos para os cantos superiores de forma alternada e repita o movimento por 10 vezes para cada lado.

Fonte: https://portalcoisasdevo.com.br/bigode-chinessaiba-como-evitar-de-forma-natural-para-que-o-bigode-chines-demore-dar-as-caras/

Envie seu comentário